Sindicato do Bancários Zona da Mata e Sul de Minas - SINTRAF JF
Facebook e Instagram Facebook dos Bancários Instagram dos Bancários
Imprensa e Notícias

Contraf-CUT assina convenção coletiva dos financiários

A Contraf-CUT assinou na manhã desta sexta-feira 11, em São Paulo, com a Fenacrefi, entidade patronal das financeiras, a convenção coletiva dos financiários. O acordo prevê reajuste de 11% no piso, com ganho real de 4,28%, e de 8% nas demais verbas (ganho real de 1,47%), acompanhando os aumentos salariais conquistados pelos bancários. A inflação acumulada até 1º de junho, data-base dos financiários, foi de 6,44% segundo o INPC, enquanto o índice na data-base dos bancários foi de 7,40%.

Os trabalhadores também acordaram com a entidade patronal a retomada das negociações na segunda quinzena de março de 2012 para a construção de uma nova proposta aos Financiários.

Os salários e benefícios são retroativos a junho, inclusive a nova regulamentação para pagamento do aviso prévio. Os trabalhadores recebem as diferenças na folha do mês de novembro.

Conforme avaliação da Contraf-CUT, o acordo representa avanços para os financiários. A proposta acompanha as conquistas dos bancários ao garantir aumento real de 1,47% nos salários e a valorização de 4,29% no piso da categoria.

O acordo inclui ainda a incorporação à convenção dos financiários da cláusula relativa à prevenção de conflitos no ambiente de trabalho, conquistada pelos bancários em 2010, que visa combater o assédio moral.

"É fundamental que os sindicatos e federações estejam atentos para acompanhar todos os direitos que abrangem os novos valores e as diferenças que retroagem a data-base da categoria, 1º de junho, assim como incluir também nos boletins e periódicos o acordo assinado", afirma Miguel Pereira, secretário de Organização da Contraf-CUT.

Abrangência

A Fenacrefi representa os estados do Ceará, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo e Paraná. Mas como existem hoje financiários em todo o país, particularmente de funcionários da BV Financeira, Aymoré e Santander Financeira, a convenção coletiva acaba sendo aplicada em todo o país.

"Como há financiários em todo o país, é importante salientar que os sindicatos e federações incluam e disponibilizem em seus informativos o acordo assinado com a Fenacrefi", diz Miguel.

PLR

Quanto à Participação nos Lucros e Resultados (PLR), foi aplicado o percentual de 14,5% sobre a parcela fixa, que passou a R$ 1.600. Além disso, o adiantamento passou de 50% para 60% desse valor.

A exceção é a regra da PLR, que mantém seu formato, apesar da reivindicação dos trabalhadores de alterar substancialmente sua formulação. A Fenacrefi alegou falta de dados dos balanços das financeiras para não realizar o debate, mas concordou com a retomada das negociações na segunda quinzena de março de 2012 para a construção de um novo modelo de PLR para os financiários.

Veja alguns itens da convenção dos financiários:


Pisos
Funções Valor Atual Valor após a Proposta
Portaria 854,88 948,92
Escritório 1.234,43 1.370,22
Tesoureiros, Caixas e ouros empregados de Tesouraria 1.303,61 1.447,01



Outras Verbas
Principais Itens Valor Atual Valor após a Proposta
Auxílio Refeição 18,87 20,37
Auxílio Cesta Alimentação 297,65 321,46
13ª Cesta Alimentação 297,65 321,46
Auxílio Creche/Babá 220,54 232,18
Adicional por Tempo de Serviço 18,23 19,68




*Fonte: Contraf-CUT