Sindicato do Bancários Zona da Mata e Sul de Minas - SINTRAF JF
Facebook e Instagram Facebook dos Bancários Instagram dos Bancários
Imprensa e Notícias

Aposentado do BB fala sobre aumento da coparticipação na Cassi

Depoimento de José Ricardo Sasseron, aposentado BB, sobre o possível aumento da coparticipação na Cassi:

"Alguns representantes eleitos punem associados para favorecer o banco. O aumento nos percentuais de coparticipação nas consultas e exames, aprovado por maioria na Diretoria e no Conselho Deliberativo da Cassi, aumenta as despesas para os associados enquanto preserva as contribuições do banco. Aumenta a participação em consultas para 50% e em exames ambulatoriais para 30%. A medida também derruba o teto de 1/24 do salário ou aposentadoria para estas despesas, conforme vigorava desde a aprovação da medida pelos associados em 2007. São despesas extraordinárias que só saem do bolso dos associados. Nada é pago pelo banco!

O aumento foi aprovado pelos representantes do banco na Cassi, com o voto de um diretor e um conselheiro eleitos, Satoru e Faraco. Ambos foram eleitos para defender os interesses dos associados, mas neste caso traíram a confiança de quem os elegeu.

Esta medida se soma a outro aumento na coparticipação decretada autoritariamente no final de 2018, com o voto favorável dos mesmos ditos representantes.

A situação financeira da Cassi é crítica, todos sabemos. Precisa de solução urgente. A proposta negociada pelas entidades representativas foi levada à votação em maio e, apesar do voto SIM da maioria, não atingiu o percentual suficiente para aprovação.

Diante do impasse, a atitude esperada de quem se diz representante dos associados é apoiar as entidades sindicais e associativas e ajudar a pressionar o banco a reabrir negociação, em busca de um novo acordo que contemple os interesses dos associados. Fazer um remendo nas contas da Cassi, sem qualquer debate com os funcionários, jogando tudo nas costas dos associados, só atende a intenção do banco de congelar suas despesas com a saúde dos trabalhadores e de seus familiares.".